Agrofloresta é tema de curso no Recanto Ecológico Rio da Prata

O Recanto Ecológico Rio da Prata (Jardim-MS) sediou nos dias 11 e 12 de novembro o Curso Agrofloresta – Práticas, Princípios e Processos, ministrado por João Gilberto e Antônio Gomides da MAIS Agrofloresta.

O sistema agroflorestal é um conjunto de formas de uso e manejo da terra inspirados no funcionamento da natureza, capaz de promover benefícios econômicos e ecológicos ao combinar o cultivo de árvores frutíferas e madeireiras com espécies agrícolas, que podem ser integradas à criação de animais. São modelos de exploração dos solos que mais se aproximam ecologicamente da floresta natural.

Viemos no Recanto Ecológico Rio da Prata para fazer, em forma de curso, trabalho em agrofloresta para que esse conhecimento possa chegar a todas as pessoas. Temos um espaço onde pode ser produzidos alimentos em abundância na floresta e plantamos hortaliças, frutíferas e madeira. Isso vai dar um aporte para as pessoas se alimentarem de uma forma mais ecológica e assim também servir para os animais que visitam o lugar. Este é um trabalho que beneficia a todos”, disse João Gilberto, engenheiro florestal, instrutor da capacitação.

Durante dois dias João Gilberto e Antônio Gomides demonstraram como organizar e preparar o local e o solo onde o SAF foi implantado e realizaram o plantio de xixá (conhecido também como manduvi do pantanal), beterraba, milho, girassol, quiabo, mamão, abóbora, abacaxi, mandioca, limão, laranja, banana, eucalipto e realizado também uma muvuca (mistura de sementes) com aproximadamente 20 espécies de árvores.

O curso contou com a participação dos colaboradores do atrativo, da Estância Mimosa, passeio de trilha e cachoeiras em Bonito (MS) e também dos guias de turismo da região: Valdemir Martins, Carmen, Valdenir, Helen, Muller e esposa e também do instrutor de mergulho João Gomes.

Para Martins, o evento foi extremamente importante. “É uma oportunidade de aprender um pouco sobre o sistema agroflorestal para que possamos replicar e fazer com que as futuras gerações entendam o quão importante é a convivência do ser humano com a floresta”.

Thyago Sabino, gerente da Estância Mimosa, ressaltou a importância de profissionalizar as práticas ambientais desenvolvidas nos atrativos do Grupo Rio da Prata. “Integrar um SAF dentro do atrativo, além do benefício enorme para o meio ambiente, é uma prática que deve ser muito disseminada, inclusive para os visitantes para que possam compreender que nossa atividade vai além de um passeio na mata. Nosso conceito é sempre que essas práticas tragam benefícios e agreguem valores à experiência que desejamos proporcionar”.

Veja abaixo momentos da capacitação:

Leave a comment

Please be polite. We appreciate that. Your email address will not be published and required fields are marked