Promotor de Justiça Alexandre Gaio visita o Recanto Ecológico Rio da Prata

O Recanto Ecológico Rio da Prata (Jardim-MS) recebeu no dia 23 de outubro a visita do Promotor de Justiça do Paraná e membro da diretoria da Associação Brasileira dos Membros do Ministério Público de Meio Ambiente (ABRAMPA), Alexandre Gaio.

Acompanhado por seus familiares, realizou o passeio de flutuação e sobre a experiência, disse: “Lugar único e de beleza natural inesquecível. Fundamental continuar preservando e recuperando a vegetação nativa para sempre termos esse patrimônio”.

Alexandre Gaio esteve no destino de ecoturismo brasileiro para participar do 1º Encontro de Turismo e Conservação de Bonito, realizado no dia 22 de outubro e criado por organizações não-governamentais para discutir a conservação do patrimônio natural da região e os impactos negativos da depredação na economia local. Ele ministrou a palestra “Que Bonito escolhemos deixar para o futuro?”.

IGMA realiza novas ações ambientais no Recanto Ecológico Rio da Prata

O Recanto Ecológico Rio da Prata recebeu no dia 21 de outubro nova ação em parceria com o Instituto Guarda Mirim Ambiental de Jardim-MS e com a equipe de monitoramento ambiental do Instituto Homem Pantaneiro (IHP) .

Participantes do IGMA realizaram atividades de educação ambiental no Viveiro de Mudas do atrativo turístico, com o plantio de sementes e manutenção do viveiro, atividade que faz parte do projeto Cuidar é preciso – Recuperação das matas ciliares e nascentes do Rio da Prata Santo Antônio e Miranda e visitaram também a nascente do rio Olho D’Água.

Na mesma data, estava presente no Recanto Ecológico Rio da Prata, Sônia Bridi, escritora e jornalista especialista em coberturas sobre questões ambientais, que fez um breve bate papo com as crianças, incentivando e ressaltando a importância das ações ambientais.

Veja as fotos:

Jornalista Sônia Bridi ao lado das crianças do IGMA.

Jornalista Sônia Bridi conhece projetos ambientais no Recanto Ecológico Rio da Prata

O Recanto Ecológico Rio da Prata (Jardim-MS) recebeu na última quinta-feira (21) a visita da jornalista Sônia Bridi, acompanhada por seus familiares.

Além da flutuação, a jornalista realizou o passeio a cavalo, visitou os projetos ambientais como o viveiro de mudas, a horta orgânica e fez o plantio de um manduvi.

Sônia Bridi realizou um plantio de um manduvi. Foto: Grupo Rio da Prata.

Na mesma data da visita de Sônia Bridi, o Instituto Guarda Mirim Ambiental de Jardim -MS (IGMA) realizava novas ações ambientais no Recanto Ecológico Rio da Prata. Junto com as crianças, a jornalista realizou o plantio de um manduvi e fez um breve bate papo com as crianças, incentivando e ressaltando a importância das ações ambientais.

Sônia Bridi entre os integrantes do Instituto Guarda Mirim Ambiental de Jardim (IGMA).

Foi um enorme prazer recebê-los!!

Sobre

Sônia Bridi, escritora e jornalista especialista em coberturas sobre questões ambientais é repórter especial do Fantástico, da Rede Globo. Ao lado do repórter cinematográfico e marido, Paulo Zero, Bridi montou a primeira base da TV Globo no Oriente, entre 2005 e 2006, na China. Foi correspondente em Pequim, Paris, Londres e Nova York.

Autora de grandes séries de reportagem para o Fantástico com história natural, antropologia e civilização como pano de fundo para desenvolvimento sustentável.

Especialista em reportagens de ciência e tecnologia e meio ambiente. Em 2008, Bridi lançou o livro Laowai (Estrangeiro) – histórias de uma repórter brasileira na China, editora Matrix, e em 2014, Diário do Clima, mostrando as mudanças climáticas já acontecendo em cinco continentes, Editora Globo. Ambos com fotos de Paulo Zero.

IGMA realiza ação ambiental no Recanto Ecológico Rio da Prata

O Recanto Ecológico Rio da Prata (Jardim-MS) recebeu no dia 08 de Outubro nova ação em parceria com o Instituto Guarda Mirim Ambiental de Jardim-MS (IGMA).

Participantes do IGMA realizaram atividades de educação ambiental no Viveiro de Mudas do atrativo turístico, no qual foi feita limpeza e preenchimento de tubetes e também o plantio de sementes de Paratudo e Ipê amarelo.

O viveiro de mudas do Recanto Ecológico Rio da Prata produz, em especial, as espécies típicas do Cerrado, onde as sementes são coletadas diretamente na Reserva Particular do Patrimônio Natural- RPPN. As mudas são utilizadas em projetos de recuperação de áreas dentro da propriedade, venda para visitantes e também convênios para doação para instituições.

Após as atividades no viveiro, os alunos e monitores do IGMA conheceram o Vulcão e nadaram nas águas cristalinas do rio da Prata. Veja abaixo alguns momentos da visita:

Projeto Arara Azul monitora ninhos artificiais no Recanto Ecológico Rio da Prata

O Recanto Ecológico Rio da Prata (Jardim-MS) recebeu no dia 24 de setembro a visita da equipe do Instituto Arara Azul.

Durante a visita foram realizadas vistorias em 13 ninhos artificiais instalados no atrativo, sendo que, foram encontradas três ovos de Falcão-relógio, ave de pequeno porte, de difícil observação. Em geral, é mais escutado do que visto. Segundo informações do portal Wikiaves, botam de dois a três ovos com um período de incubação de 46 dias. Geralmente os ninhos são feitos dentro de cavidades, em árvores ocas, com múltiplas entradas, a uma altura entre 12 e 20 m do solo.

O ninho e seus arredores são constantemente vigiados pela fêmea que impede a aproximação de outras aves e primatas. Os filhotes abandonam o ninho com 46 – 50 dias.

Em um dos ninhos artificiais foram encontrados também três ovos de Gavião-morcegueiro, ave pequena e bastante ágil, caça desde andorinhões e beija-flores até morcegos. De acordo com o portal Aves de Rapina Brasil, pode ser encontrado em florestas, bordas de matas, clareiras e em centros urbanos mais arborizados, no Brasil.

Sobre a parceria:

O Recanto Ecológico Rio da Prata e Lagoa Misteriosa mantém a parceria com o projeto Arara Azul, desde fevereiro de 2012 quando foram instalados os primeiros ninhos artificiais nas dependências das fazendas.

Sempre que podem ou são solicitados, os colaboradores do projeto realizam visitas de monitoramento dos ninhos e também dos filhotes que possam ser encontrados.

ABNT realiza auditoria nos atrativos do Grupo Rio da Prata

Os atrativos do Grupo Rio da Prata, Recanto Ecológico Rio da Prata (Jardim-MS) e a Estância Mimosa Ecoturismo (Bonito-MS), passaram pela auditoria de manutenção dos seus Sistema de Gestão da Segurança, auditoria realizada de forma remota, com a participação de Paulo Sérgio Coelho de Andrade, auditor da Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT.

Desde o início da operação do Rio da Prata em 1995 sempre existiu a preocupação com a segurança dos visitantes, através de treinamentos de guias, procedimentos, vistorias de trilhas e aquisição de equipamentos. O Rio da Prata foi pioneiro na região na criação de um modelo de ecoturismo organizado.

“Em 2008, para profissionalizar nossos procedimentos de Segurança (que já existiam) entramos no Programa Aventura Segura da Associação Brasileira de Ecoturismo e Turismo de Aventura – ABETA, e aprendemos a organizar o SGS – Sistema de Gestão de Segurança para receber a certificação. Fomos certificados pela ABNT Certificadora em 2010”, revela Luiza Coelho, Diretora de Sustentabilidade dos atrativos.

Desde então, a visita, que ocorre todos os anos, dispõe-se a verificar se o Sistema de Gestão de Segurança Implantado obedece a Norma NBR ISO 21101 – Sistema de Gestão da Segurança, que estabelece os requisitos mínimos para um sistema de gestão da segurança (SGS) para prestadores de serviços das atividades de turismo de aventura.

“A certificação comprova o nosso compromisso com o bem-estar dos visitantes, para assegurar que sua experiência aqui com a gente seja tranquila e traga lazer e diversão, com máxima qualidade dos produtos e serviços prestados nas atividades em meio à natureza”, acrescenta Luiza.

A auditoria do Rio da Prata foi realizada nos dias 13 a 15 de setembro no Recanto Ecológico Rio da Prata, com a presença de Luiza Coelho, Diretora de Sustentabilidade do Grupo Rio da Prata e com os colaboradores Manoel Cruz e Bruna Mello.

Auditoria realizada com os colaboradores do Recanto Ecológico Rio da Prata.

Já na Estância Mimosa, a auditoria aconteceu nos dias 19 a 22 de setembro e, além da participação de Luiza Coelho, contou com a presença do gerente, Valdenir de Souza e da colaboradora Camyle Maruyama.

Os atrativos continuam certificados conforme a Norma ABNT 21101:2014, sendo parte de um grupo seletos de empresas no Brasil que tem a certificação desde 2010 ininterruptamente.

Auditoria realizada com os colaboradores da Estância Mimosa Ecoturismo.

Recanto Ecológico Rio da Prata amplia seu sistema de energia solar fotovoltaico

O Recanto Ecológico Rio da Prata (Jardim-MS) instalou novo sistema de energia solar fotovoltaico.

O novos sistema conta com 96 módulos monocristalinos de 450W de potência, 1 Inversor de 33KW de potência de toda a instalação será feita no solo, abrangendo uma área total de 251,52M².

A geração anual de energia esperada é de 64.800,00 KWH/ANO e de 5.400 KWH/MÊS.

Segundo informações da MS Energy, empresa sul-mato-grossense responsável pela instalação, a geração do sistema equivale ao consumo de aproximadamente 15 casas populares. “Com isso, o sistema deixará de emitir 1594,08KG CO² anualmente, preservando assim ao longo da vida útil (cerca de 25 anos) o equivalente a 300 árvores”.

A inovação é uma alternativa auto sustentável que possibilita aos atrativos a geração de sua própria energia elétrica. Entre seus benefícios estão a redução de custo com a conta, contribuição ao meio ambiente e redução da emissão de poluentes, baixa manutenção e vida útil, retorno financeiro garantido e conexão à rede da concessionária de energia sem armazenamento de bateria.

Sustentabilidade

Em 2020, o Recanto Ecológico Rio da Prata, assim como a Estância Mimosa Ecoturismo, em Bonito (MS) inauguraram seu sistema de energia solar fotovoltaico.

Foram instaladas 4 estruturas com 72 placas, somando 288 módulos com produção mensal de 12.060,00 kWh em uma área de 576 m², equivalente a 35 residências populares no Recanto Ecológico Rio da Prata.

Já na Estância Mimosa foram instaladas 2 estruturas, cada uma com 30 placas, totalizando 60 módulos com produção mensal de 3.000,00 kWh em 120 m², equivalente a 9 casas populares.

Sobre a energia solar fotovoltaica

A energia solar fotovoltaica é a eletricidade gerada diretamente por placas solares que captam a luz do sol durante o dia e a transformam em energia elétrica por meio do efeito fotovoltaico. Sua produção é feita em grandes usinas solares ou em micros e mini projetos instalados pelos próprios consumidores.

Ministro do Turismo visita o Recanto Ecológico Rio da Prata

O Recanto Ecológico Rio da Prata (Jardim-MS) recebeu na última sexta feira (17) a vista do ministro do Turismo, Gilson Machado Neto.

Eduardo Folley Coelho, proprietário do Grupo Rio da Prata, recebe o Ministro do Turismo Gilson Machado, o Secretário da Semagro, Jaime Verruck, entre outras autoridades.

Em visita à região do rio da Prata, no bioma de transição entre a Mata Atlântica, Cerrado e Pantanal, o ministro destacou o quão rica e preservada é a região. “Aqui é um lugar que nenhum país vai querer concorrer com a gente. Nesse rio, por exemplo, é possível ver o fundo, com uma quantidade enorme de peixes, águas cristalinas e aves aqui na área. O Brasil é a única nação do mundo com seis biomas, um território continental que experimenta em um mesmo dia neve no Sul e sol torrencial no Nordeste”, afirmou.

Na foto: Clediane Matzenbacher, prefeita de Jardim; Josmail Rodrigues, prefeito de Bonito; Kazuto Horii, prefeito de Bodoquena; Nelson Trad, Senador; Jaime Verruck, Secretário da Semagro; Gilson Machado, Ministro do Turismo; Eduardo Coelho, proprietário do Grupo Rio da Prata; Juliane Salvadori, Secretaria de Turismo de Bonito; Rodolfo Nogueira, Gerente de Promoção Internacional de Projetos Especiais da Embratur e o guia de turismo, André Turatti.

Em suas redes sociais, o ministro compartilhou: “…visitei o Recanto Ecológico Rio da Prata, um paraíso que oferece passeios de flutuação para os turistas e uma experiência inesquecível junto à natureza! Isso só prova que o Nosso país preserva a natureza, sim! E que o turismo e o meio ambiente precisam caminhar juntos. O Brasil foi arquitetado para dar certo!”

Após a visitação, o ministro participou da cerimônia de entrega do Prêmio Piraputanga, que é concedido a empresários de turismo e personalidades de outras áreas que contribuíram para o desenvolvimento do setor no estado. “Ser agraciado com o Prêmio Piraputanga é uma grande honra porque esse é um governo que acredita e trabalha pelo turismo”, disse Machado Neto. Em sua quinta edição, a honraria é conhecida como o Oscar do Turismo Sul-mato-grossense.

Confira 5 motivos para mergulhar no Recanto Ecológico Rio da Prata⠀

Você já sentiu uma vontade enorme em fazer um mergulho com cilindro? Estar próximos aos peixes, conhecer o mundo subaquático, sentir total liberdade e aproveitar a beleza da natureza? Isso é possível aqui no Recanto Ecológico Rio da Prata (Jardim-MS)! Além da flutuação, o atrativo oferece o mergulho com cilindro como atividade opcional.

Vamos compartilhar com você 5 motivos para mergulhar no Recanto Ecológico Rio da Prata:

1) O mergulho com cilindro pode ser praticado tanto por quem possui experiência ou por quem nunca mergulhou antes;⠀

2) A sensação que se tem ao mergulhar nas águas azuis do Rio da Prata é a de estar voando sobre o fundo do rio junto com os peixes, sentindo total liberdade; ⠀

3) Troncos caídos, paredões de pedra e formações rochosas compõem uma paisagem subaquática incrível;⠀

4) O mergulho ocorre em profundidades entre 5 e 7 metros e tem duração de 40 minutos (tempo de atividade na água);⠀

5) Surpresas a cada instante! Isso é o que o mergulhador encontrará submerso nas águas cristalinas do Rio da Prata.⠀

Que tal? Quer mais informações sobre o passeio? Acesse o site: https://www.riodaprata.eco.br/mergulho-com-cilindro

Experiências incríveis nos atrativos do Grupo Rio da Prata são destaques no Correio do Estado

Beleza cênica, águas cristalinas e experiências singulares na natureza preservada do Recanto Ecológico Rio da Prata, Lagoa Misteriosa e Estância Mimosa, passeios de ecoturismo que integram o Grupo Rio da Prata, são destaques nesta quinta-feira (02/09) no jornal Correio do Estado.

Os atrativos receberam em agosto a visita da jornalista Flávia Viana, acompanhada por Karen Basso e pelo fotógrafo Silas Ismael para a produção de material para a nova coluna de turismo do portal Correio do Estado, Destinos B+, marcada para acontecer na sexta-feira, 03 de setembro. A estreia terá como cenário os encantos de Bonito e Jardim (MS).

“O Recanto Ecológico Rio da Prata, a Lagoa Misteriosa e a Estância Mimosa nos receberam lindamente, passamos o dia explorando e ainda estamos em êxtase com a experiência. Na Estância Mimosa fizemos trilha, passeamos de barco, conhecemos a fazenda e nos energizamos em 11 cachoeiras”.

As experiências vividas no passeio serão apresentadas amanhã! Confira no site: https://correiodoestado.com.br/