Diretora do Grupo Rio da Prata recebe Troféu Celina Jallad

Por proposição do presidente Paulo Corrêa (PSDB), a Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS) realizou na última terça-feira (10), em Campo Grande (MS), a cerimônia de entrega do Troféu Celina Jallad para homenagear mulheres que atuam em vários segmentos da sociedade e possuem a trajetória pautada no desejo de construir um Estado melhor para se viver.

Ao todo, 24 mulheres representando as sul-mato-grossenses, receberam o troféu instituído pela Resolução 3/2011, em homenagem à deputada estadual e primeira mulher a fazer parte do grupo de conselheiros do Tribunal de Contas do Estado (TCE-MS), falecida em 28 de fevereiro de 2011.

Simone Spengler Coelho, sócia-proprietária do Grupo Rio da Prata, no qual fazem parte os atrativos Estância Mimosa Ecoturismo, Recanto Ecológico Rio da Prata e a Lagoa Misteriosa, localizados em Bonito e Jardim (MS), foi homenageada pelo deputado e presidente da Casa de Leis, Paulo Corrêa (PSDB).

Simone Spengler Coelho (centro) ao lado de Adriana Corrêa e do Presidente da Assembleia Legislativa de MS, Paulo Corrêa. Foto: Luciana Nassar/ ALEMS

É uma grande honra receber o Troféu Celina Jallad, um prêmio muito importante para o reconhecimento das mulheres sul-mato-grossenses. Quero agradecer ao Presidente da Assembleia, o Deputado Paulo Corrêa pela indicação. São 25 anos dedicados ao ecoturismo, um trabalho feito com muito amor, respeito, paixão e cuidado pela natureza. Quero compartilhar essa homenagem com a minha família e as mulheres da nossa equipe. Gratidão”.

Os atrativos turísticos do Grupo Rio da Prata são resultados de um projeto familiar que colocou em prática a capacidade de empreender e inovar, com o propósito de criar um modelo de ecoturismo organizado com visitação limitada, focado em qualidade e segurança, e viável economicamente.

Contribui com 60 empregos diretos e cerca de 200 indiretos, como os guias de turismo, agências de turismo locais, hotéis, restaurantes, motoristas de taxi e vans, operadoras de mergulho e comércio.

Vencedor de diversos prêmios por sua atuação no ecoturismo, conservação ambiental, responsabilidade social e desenvolvimento da comunidade, entre eles, finalista no prêmio “Tourism for Tomorrow Award 2019” do WTTC (World Travel & Tourism Council), na categoria Destination Stewardship; Prêmio Nacional do Turismo 2019, promovido pelo Ministério do Turismo em parceria com o Conselho Nacional de Turismo (CNT) e Prêmio Braztoa de Sustentabilidade, promovido pela Associação Brasileira das Operadoras de Turismo.

Além de Simone Spengler Coelho, foram homenageadas Adriana Bellei, Amanda Cristine Balancieri Iunes, Carla Fernandes Lago Zaher, Bruna Oliveira, Dharleng Campos de Oliveira, Eliana Izabel Regasso de Souza, Elizabeth Anache, Erika Karla Barros da Costa, Eudirce Isabel dos Reis Fiorese, Fátima Pereira de Souza, Filomena Aparecida Fluminhan, Gedália Ferreira de Ávila, Geyse Castro Ortega, Giselle Marques de Araújo, Jhossina Velasquez Chacon, Lauane Andrekowisk Volpe Camargo, Liz Danielli Derzi Wasilewski de Matos Oliveira, Maria Emilia Ramalho Sulzer, Maria José Martins Maldonado, Neca Chaves Bumlai, Marilia de Brito Martins, Noemi Mendes Siqueira Ferrigolo e Vanessa Moreira de Araujo.

Sobre o Prêmio

O troféu Celina Jallad, instituído pela Resolução 03/2011, é conferido anualmente às mulheres com reconhecida atuação no Estado. Celina Jallad deixou um legado de respeito e dedicação à todas as mulheres do Estado. Foi a terceira mulher a assumir um mandato no Legislativo Estadual e a primeira mulher a ocupar o cargo de conselheira do Tribunal de Contas do Estado (TCE/MS). Com carisma, simpatia e exercício de liderança com integridade e humildade em seus mandatos, a ex-deputada desbravou caminhos, defendendo sempre a igualdade social e a igualdade de gênero.

Foto: Luciana Nassar/ ALEMS.

Colaboradores do IASB realizam ações no Viveiro de Mudas

Colaboradores do IASB – Instituto das Águas da Serra da Bodoquena estiveram no Recanto Ecológico Rio da Prata na última sexta-feira, 06 de março, para realizar ações no viveiro de mudas do atrativo.

Foram semeadas no viveiro 37 bandejas das seguintes espécies: Ingá cipó, Ingá vera, Tucaneiro, Imbu e Sandra d’água, totalizando 1.998 tubetes e retiradas 256 mudas que serão utilizadas em ações ambientais.

Veja as fotos:

Viveiro de Mudas Recanto Ecológico Rio da Prata

O objetivo do Viveiro é a produção de mudas, em especial as espécies típicas do Cerrado, onde as sementes são coletadas diretamente na Reserva Particular do Patrimônio Natural- RPPN – e as mudas são utilizadas em projetos de recuperação de áreas dentro da propriedade, venda para visitantes e também convênios para doação para instituições que trabalhem nesta temática.

Mergulho com cilindro no Rio da Prata deixa visitante em êxtase

Fernanda e Marcos, do Rio de Janeiro, realizaram o passeio de mergulho com cilindro no Recanto Ecológico Rio da Prata no dia 29 de fevereiro, data em que a atividade voltou a ativa após as chuvas que atingiram a região nos últimos dias.

Sobre a experiência, disseram:

“Estou extasiada. É algo indescritível e a natureza daqui é perfeita…”. Ressaltaram também a importância de uma boa instrução. “A instrução feita antes de iniciar o passeio transmite muita segurança para quem nunca mergulhou ou que não possui prática na atividade. Tudo vai ficando mais simples para curtir melhor o passeio e perceber toda a natureza ao redor. É impagável”. Confira:

Estagiários falam sobre experiência no Recanto Ecológico Rio da Prata

Terminou em fevereiro o período de estágio de três acadêmicos no Recanto Ecológico Rio da Prata (Jardim-MS).

Esse aprendizado permite que o estudante coloque em prática o que viram na teoria. É uma excelente oportunidade para entender como funciona o mercado de trabalho, além de de ser uma ótima maneira de adquirir mais experiência e desenvolvimento profissional.

Marion Barthe, da França, acadêmica da UNESP – Universidade Estadual Paulista, atuou no viveiro de mudas e na recepção do atrativo.

Fazer estágio no Recanto Ecológico Rio da Prata durante as férias foi uma das minhas melhores experiências no Brasil. Eu estava procurando a possibilidade de conhecer melhor o ecoturismo com o objetivo futuro de trabalhar nessa área depois da minha graduação. Eu pude descobrir e trabalhar em três diferentes áreas da Fazenda: na nascente onde eu apoiei o monitor, no viveiro onde eu auxiliei no cuidado das mudas e na recepção onde eu acolhei os turistas. Além de ter a oportunidade de ficar num lugar charmoso, eu aprendi muito durante o meu estágio e agora tenho a certeza que eu tenho as competências para trabalhar no ecoturismo. As pessoas no Rio da Prata são simpáticas e sempre estão tentando ajudar você. Eu agradeço cada um deles, os meus monitores (Wad e Manoel), o gerente da Fazenda (Mano) e os proprietários pela oportunidade“, revelou Marion.

Marion Barth, da França, acadêmica da UNESP .

Tifany Rodrigues, acadêmica de turismo também da UNESP, fez estágio supervisionado por 2 meses no atrativo. Atuou na recepção e em outros setores para conhecer melhor o funcionamento da fazenda. “A experiência foi uma aventura, aprendi na prática a lidar com a área que escolhi para estudar. O atrativo me acolheu muito. Foi muito bom trabalhar com o ecoturismo. Vale a pena conhecer”, disse.

Tifany Rodrigues, acadêmica de turismo também da UNESP.

Já Rogério Cheres, aluno do Curso Técnico Agropecuário do Centro de Educação Profissional de Aquidauana Geraldo Afonso Garcia Ferreira (CEPA), fez estágio supervisionado por dois meses na fazenda, na área de pecuária. Sobre o aprendizado, disse: “Foi um aprendizado muito bom! Consegui acompanhar e saber um pouco mais sobre transferência de embrião em Bovino, dosagem de certos remédio e seus efeitos, realizei vermifugação em ovinos, manejo de bovinos em pastagem e rotação em várias pastagens, participei de uma regulagem de uma plantadeira para milheto e adubo”.

Rogério Cheres, aluno do Curso Técnico Agropecuário do Centro de Educação Profissional de Aquidauana Geraldo Afonso Garcia Ferreira (CEPA).

Todos agradeceram a oportunidade e também o companheirismo dos colaboradores do atrativo que os auxiliaram durante o período de estágio.

Passeios em Bonito e região são destaques na revista de bordo da TAP Magazine

A UP Magazine, revista de bordo da TAP Air Portugal – principal companhia área portuguesa, traz em sua edição de fevereiro, matéria especial sobre as belezas naturais do destino de ecoturismo brasileiro, Bonito e região no Mato Grosso do Sul.

Intitulada “Paraíso Líquido”, o jornalista Eduardo Vessoni, relata as paisagens naturais e as águas cristalinas dos rios da região que atraem e encantam visitantes do mundo todo.

Os atrativos do Grupo Rio da Prata – Estância Mimosa Ecoturismo, Lagoa Misteriosa e Recanto Ecológico Rio da Prata – são alguns dos passeios citados.

Sobre o Recanto Ecológico Rio da Prata, passeio de flutuação mais premiado do Brasil, Vessoni diz: “Flutuar: é com colete, máscara e snorkel que se vê o cenário mais impressionante de uma das capitais nacionais do ecoturismo…A trilha mais extensa acontece entre os rios da Prata e Olho d’Água, na Fazenda Cabeceira do Prata, em Jardim e termina com almoço regional…”.

Sobre a Lagoa Misteriosa, ponto de mergulho co cilindro e flutuação no destino de ecoturismo, o jornalista relata: “A Lagoa Misteriosa é uma das experiências mais marcantes…é possível fazer flutuações e mergulhos que vão de batismos a mergulhos técnicos, em profundidades entre oito e 60 metros. Seja qual for a certificação, a sensação é como despencar num abismo de águas com fortes tons azulados. São tão intensos que as copas das árvores podem ser vistas a 40 metros de profundidade….”.

Localizada a 26 km de Bonito, a Estância Mimosa é um passeio ideal para passar o dia. Cachoeiras, piscinas naturais, almoço regional e passeio a cavalo são algumas das atrações do local. No texto, Vessoni, acrescenta: “Na propriedade ainda sobre a tempo para conhecer os jacarés do lago, participar num passeio guiado de observação de algumas das 250 aves registradas ou montar num dos cavalos disponíveis”.

Leia a matéria na íntegra no site upmagazine-tap.com


Atrativos do Grupo Rio da Prata mostram imagens de natureza inspiradoras em novos vídeos institucionais

Que Bonito e Jardim é um dos lugares com um dos visuais mais exuberantes do Brasil você já sabe. As cidades, localizadas em Mato Grosso do Sul, tem tudo o que um viajante apaixonado pela vida ao ar livre quer. Uma amostra desse cenário pode ser conferida nos novos vídeos institucionais do Grupo Rio da Prata, no qual fazem parte o Recanto Ecológico Rio da Prata, a Lagoa Misteriosa e a Estância Mimosa Ecoturismo, lançados recentemente.

Os atrativos tem paisagens cênicas que fazem quem já conhece querer voltar, e quem ainda não foi ter vontade de visitar.

Imagens de trilha, flutuação, mergulho com cilindro, passeio a cavalo e observação de aves, são as atividades realizadas no Recanto Ecológico Rio da Prata.

Já a Lagoa Misteriosa, também localizada em Jardim (MS), oferece os passeios de flutuação e mergulho com cilindro em um local cercado pela mata, com águas cristalinas, profundidade desconhecida e visibilidade de mais de 40 metros. Um local único.

A Estância Mimosa Ecoturismo, atrativo em Bonito (MS), possui 10 cachoeiras de água cristalinas, 9 paradas para banhos deliciosos, piscinas naturais, mais de 250 espécies de aves catalogadas, um passeio a cavalo inesquecível e um almoço com o melhor da culinária sul-matogressense.

Assista os novos vídeos e faça um tour por esses ambientes especiais!

Recanto Ecológico Rio da Prata:

Estância Mimosa Ecoturismo:

Lagoa Misteriosa:

IGMA realiza plantio de mudas na RPPN Fazenda Cabeceira do Prata

Na última sexta-feira, 31 de Janeiro, foi celebrado o Dia Nacional das das Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPNs), áreas criadas voluntariamente pelos proprietários, que tem como principal característica constituir uma reserva natural permanente em suas propriedades!

Para comemorar o dia, o Instituto Guarda Mirim Ambiental de Jardim-MS, coordenado pelo PMA Nisroque, realizou ações de plantios de mudas doadas pelo Ministério Público na RPPN Buraco das Araras Ecoturismo e na RPPN Fazenda Cabeceira do Prata (Recanto Ecológico Rio da Prata), onde realizaram plantio as margens da mata ciliar da Lagoa Misteriosa.

“Esta ação é a primeira neste ano, com a sensação de agradecimento pelas oportunidades”, revelou Nisroque!

Participaram da ação cerca de 15 pessoas, entre monitores e crianças.

Atriz Ingra Lyberato se encanta com a flutuação no Recanto Ecológico Rio da Prata

O Recanto Ecológico Rio da Prata (Jardim-MS) recebeu no último domingo, 02 de fevereiro, a visita da atriz Ingra Lyberato.

Atriz Ingra Lyberato

Acompanhada por seu filho, realizou o passeio de trilha e flutuação, e ao retornar a sede do atrativo, compartilhou um depoimento sobre a experiência.

“É um passeio deslumbrante, impressionante a transparência da água, os peixes, que riqueza esse lugar! Que benção poder trabalhar aqui e que generosidade em receber os visitantes e compartilhar essa beleza natural. Estou muito feliz em ver um santuário desses..estou encantada, recomendo muito.”

A atriz Ingra Lyberato foi protagonista da novela “Ana Raio e Zé Trovão”, produzida pela extinta Rede Manchete, no qual contracenou com o cantor Almir Sater, intérprete de “Zé Trovão”. Atuou também nas novelas Pantanal, Quatro Quatro, o Clone, entre outras.

Vídeo da produção artesanal do doce de leite do Rio da Prata

Com textura, aroma e sabor que encanta visitantes de diversos países, o Doce de Leite Rio da Prata é preparado artesanalmente, com leite produzido pelo próprio gado da fazenda, diferencial que preserva os padrões de qualidade e garante a procedência da matéria prima.

Ele permanece em média de 8 a 10 horas no fogo até que fique no ponto ideal para consumo. Isso dá aquele “gostinho de fazenda”.

A sobremesa é servida durante o almoço nos atrativos no Recanto Ecológico Rio da Prata (Jardim-MS) e também na Estância Mimosa Ecoturismo (Bonito-MS) e está à venda na loja virtual. Acesse: https://www.riodaprata.eco.br/loja

Veja o vídeo:

Recanto Ecológico Rio da Prata doa mais de 700 mudas para IASB

O Recanto Ecológico Rio da Prata recebeu na última quarta-feira (29) a visita dos colaboradores do IASB – Instituto das águas da Serra da Bodoquena. Foram doados 702 mudas de diversas espécies para ações futuras da instituição. São elas: Ipê amarelo, Ipê branco, Ipê rosa, Ipê roxo, Caroba, Amendoim bravo, Angico vermelho, Aroeira, Canafístula, Carne de vaca, Chico magro, Embaúba, Guatambu, Jatobá Mirim, Jenipapo.

A equipe do IASB entregou também para o biólogo do atrativo, Bruno Rocha, sementes de pindó, pororoca e marmelo para serem plantadas no viveiro de mudas. #parceria