Rio da Prata e Bonito na Folha de S. Paulo – Caderno Turismo

É preciso saber dosar os vários passeios em Bonito para não se exaurir logo de cara. Entre grutas, balneários, aquário, arvorismo, cavernas, trilhas e rapel, há atividades que tomam o dia todo, como o Abismo Anhumas, que aliás, precisa de um dia e meio, para o treinamento.

Veja a foto!

Portanto, tente intercalar, entre um passeio pesado e outro, tours mais leves, como a flutuação no Rio da Prata, o aquário, ou a gruta de São Miguel.

Para realizar a flutuação no Rio da Prata, o visitante deve caminhar pelas trilhas da mata ciliar. Nada mal, pois observam-se animais silvestres e árvores centenárias como os ipês, as aroeiras e as perobas. Ao chegar até a nascente do rio, começa uma das experiências mais interessantes de Bonito. O turista entra em um imenso aquário de águas cristalinas e se desloca tranquilamente em meio a dezenas de peixes e de plantas aquáticas, com cores e formas de infinita beleza. O importante é deixar-se levar pela suave correnteza. Descobre-se um mundo totalmente novo, fantástico, sem precisar fazer treinamento, embora os guias passem algumas orientações. Uma deliciosa comida típica sul-mato-grossense, servida na sede da fazenda, aguarda o turista para o almoço.

Folha de S. Paulo – Caderno Turismo
17 de Março de 2005

Leave a comment

Please be polite. We appreciate that. Your email address will not be published and required fields are marked