Rio da Prata é destaque na Revista Veja – O Melhor do Brasil

Não tem para ninguém. Quando o tema é desenvolvimento com turismo aliado à conservação da natureza, Bonito serve de exemplo para muitas cidades que buscam o mesmo equilíbrio. A iniciativa conduzida pela prefeitura surgiu no fim da década de 80, quando a comunidade local percebeu o potencial turístico e a fragilidade ambiental de seus atrativos naturais. Desde então o povoado se desenvolveu em um ritmo inédito e explora com muita cautela seu tesouro natural representado por grutas, cachoeiras e nascentes, quase sempre localizadas dentro de propriedades particulares.

Hoje, o lucro com o turismo está prestes a bater os números da atividade pecuária, principal fonte de renda em toda a região. Novos hotéis de nível internacional, como o Arizona (www.hotelpousadaarizona.com.br) e o Eco-Resort Zagaia (www.zagaia.com.br), pertencente à rede Blue Tree, foram recém-inaugurados nos arredores da cidade para atender à demanda. O aeroporto começou a operar neste ano e, desde setembro passado, a cidade tem um centro de convenções. Além dos já consagrados pontos de interesse para o turismo ecológico, novos roteiros despontam. Uma das novidades é a travessia de bicicleta de Bonito a Corumbá em uma semana, em que os cicloturistas viajam acompanhados de um veículo de apoio e pernoitam em fazendas pelo caminho. Outra opção radical é a aventura de rapel e mergulho no Abismo Anhumas, acessível apenas aos que têm certificado de mergulhador autônomo.

MAIS INFORMAÇÕES: www.portalbonito.com.br
MELHOR PERÍODO: entre junho e agosto é mais frio, mas a água nas nascentes está mais limpa e chove menos na região

ATRAÇÕES IMPERDÍVEIS: a happy hour e as cachaças curtidas do bar Taboa; a flutuação no Rio da Prata; o rapel com mergulho no Abismo Anhumas.

Revista Veja – O melhor do Brasil – Dezembro de 2006

Leave a comment

Please be polite. We appreciate that. Your email address will not be published and required fields are marked