Influencers e jornalistas de MS visitam atrativos do Grupo Rio da Prata

Os atrativos do Grupo Rio da Prata, Recanto Ecológico Rio da Prata (Jardim-MS) e a Estância Mimosa (Bonito-MS) receberam no último fim de semana a visita de jornalistas e influencers do Mato Grosso do Sul .

Registro da visita no Recanto Ecológico Rio da Prata.
Registro da visita nas cachoeiras da Estância Mimosa.

A ação, promovida pela H2O Agência de Ecoturismo e Eventos, idealizadora do Projeto “MS+Bonito”, teve como objetivo apresentar alguns atrativos turísticos do destino de ecoturismo brasileiro para os multiplicadores do Estado e despertar o interesse de seu público em conhecer a região.

E a ação foi um sucesso”, disse Pablo Rodrigo Valentim, Gerente Comercial da H2O ao portal Bonito Notícias. “Como eles já são multiplicadores, possuem um público que se identifica com o conteúdo e ao visitar a belezas naturais de Bonito e região mostram para esse público, em especial para os sul-mato-grossenses, que é possível sim conhecer os atrativos turísticos da cidade”. Pablo revela ainda que dos 12 participantes da viagem apenas três conheciam alguns passeios da região, enquanto outros só conheciam balneários e outros não conheciam o destino.

Participaram da viagem: jornalistas da CBN Notícias e Rádio; do Top News;
G1.com; Campo Grande News; Diário Digital (@jessicapessete); @neeh_Barbosa 160k – Youtuber; @omelhordecgr; @nihnardi – Youtuber; @diariodojoca; @blogjornadasincriveis; e @babsguinossi.
Todos compartilharam fotos e vídeos da experiência no destino.

Jan Michel Oliveira, autor do perfil “O Melhor de CG”, compartilhou um vídeo, junto com Jessica Pessete e Bárbara Guinossi, no qual agradecem o convite e o carinho que receberam no Recanto Ecológico Rio da Prata. Veja abaixo:

“Agradecemos a todos os parceiros envolvidos no projeto. Queremos trazer o sul-mato grossense para cá e mostrar que Bonito tem seu valor, sua individualidade, suas particularidades e respeito com a natureza”, conclui Pablo.

Sobre o Projeto “MS+Bonito”:

O projeto oferece preços acessíveis, condições facilitadas e vantagens para os nascidos em Mato Grosso do Sul ou residentes. Basta apresentar o RG ou comprovante de residência, exigências básicas para fazer parte de uma espécie de clube exclusivo de benefícios.

Para mais informações, valores e reservas: https://oferta.h2oecoturismo.com.br/ms-mais-bonito

Nova colheita de mel orgânico é realizada no Recanto Ecológico Rio da Prata

Colaboradores do Recanto Ecológico Rio da Prata (Jardim-MS) realizaram nesta sexta-feira (13) a segunda colheita de mel orgânico produzido no atrativo.

As abelhas europeias utilizadas para a produção são da espécie Apis mellifera. Ao produzir o mel orgânico, as abelhas não recebem qualquer tipo de substância para induzir a produção, como xaropes e essências nas flores silvestres do cerrado e da mata em que o néctar é coletado, fazendo com que a produção seja a mais natural possível.

A nova safra totalizou cerca de 90 kg mel.

O produto já está à disposição na loja do Recanto Ecológico Rio da Prata. Há a opção de potes de mel com favo e também sem favo.

O valor do pote de mel com favo é R$ 25.

Alunos de Jardim visitam o Recanto Ecológico Rio da Prata

O Recanto Ecológico Rio da Prata (Jardim-MS) recebeu no dia 5 de dezembro a visita de alunos da escola Dom Bosco, localizada em Jardim (MS).

Organizada por Davidson G. Nogueira, aluno de Mestrado do Curso de Ecologia e Conservação da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), a visita tem como objetivo envolver os alunos do município para mostrar como funciona o atrativo, como o turismo ecológico pode beneficiar a cidade sem degradar o meio ambiente.

Os alunos conheceram a nascente do rio Olho d’Água, realizaram a trilha até o Mirante da Barra e fizeram o passeio de barco até o Deque de Pedras. Após o almoço visitaram os projetos ambientais acompanhados pelo biólogo Bruno Rocha.

Veja as fotos:

Grupo Rio da Prata realiza reunião com agências de turismo de Bonito

Ketlen da Silva

O Grupo Rio da Prata realizou nos dias 25 e 26 de novembro um bate-papo sobre os atrativos turísticos Recanto Ecológico Rio da Prata, Estância Mimosa Ecoturismo e Lagoa Misteriosa para os agentes de turismo da região.

O objetivo foi estreitar laços, repassar informações e novidades para os profissionais que atuam nas agências credenciadas junto aos atrativos para se prepararem para o ano de 2020. O evento foi realizado no Pira Miúna, em Bonito.

Colaboradores do Grupo Rio da Prata ministraram o treinamento e responderam perguntas feitas pelos agentes.

No término foi realizado sorteios de duas cortesias para um jantar com acompanhante na Casa do João e seis cortesias para o Pastel da Jana, em prol de divulgar a culinária regional.

Veja as fotos:

Autores do Viver o Mundo visitam o Recanto Ecológico Rio da Prata

O Recanto Ecológico Rio da Prata (Jardim-MS) recebeu no dia 8 de dezembro a visita de Cristiane Herzog Sabino e Rogério Figueira, do perfil Viver o Mundo (@vivernomundo). A dupla realizou o passeio de flutuação e se encantou com a experiência. “Foi incrível, acho que nunca vimos tanto peixe, a água é perfeita, a estrutura é completa. Adoramos o almoço e o doce de leite, aliás já tinha ouvido falar mas é melhor do que imaginava”.

Confira:

Bion Consultoria Ambiental realiza visita técnica nos atrativos do Grupo Rio da Prata

O Recanto Ecológico Rio da Prata e a Lagoa Misteriosa (Jardim-MS) receberam nos dias 19 a 21 de novembro a visita técnica de integrantes da Bion Consultoria Ambiental, empresa sediada em Bonito.

A visita teve como objetivo confirmar espécies que são consideradas “porta sementes”, identificar novas espécies para compor o viveiro de mudas e apresentar a flora e os tipos de fisionomias ocorrentes nestas áreas aos biólogos do atrativo, Nádia Pisetta e Bruno Rocha.

Durante o primeiro dia, a equipe visitou a trilha de acesso ao passeio de flutuação e também a trilha do passeio a cavalo. “Na Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN), identificamos espécies com potencial para o viveiro de mudas como louro-mole, açoita-cavalo, aguaí, alecrim, aroeira-branca, bacupari, cerveja-de-pobre, falso-amendoim, faveira, guaçatonga, jatobá-da-mata, mamica-de-porca, maria-mole, marinheiro, pau-terra, peito-de-pomba, pimenta-de-macaco”, disse Nádia.

Já no segundo dia a equipe explorou a área da sede do Recanto Ecológico Rio da Prata onde foram identificadas algumas espécies para produção no viveiro, como periquiteira, sombreiro, ingá-branco e cássia-gigante e também na trilha interpretativa, local este onde foram indicadas árvores para placa como alecrim, bálsamo, “bananinha”, guajuvira, jatobá-mirim, jatobá-da-mata, maria-mole, canela-guaicá, embira-de-sapo.

Na Lagoa Misteriosa encontramos cerca de quatro indivíduos de copaíba, próximo a antiga estrada. Também marcamos para placa na trilha, cumbaru, jatobá-da-mata e pitomba”, revela Nádia.

A Dra. e Bióloga Vivian Baptista Maria, da Bion Consultoria Ambiental, se mostrou muito satisfeita com a visita técnica nos atrativos. “Estes dois dias foram bem gratificantes, pois tive a oportunidade de retornar após 12 anos dos levantamentos florísticos, realizados para compor o Plano de Manejo da RPPN Fazenda Cabeceira do Prata e do Plano de Manejo Espeleológico da Lagoa Misteriosa. Nessas visitas pude verificar que as florestas e o cerrado continuam intactos, muito bem conservados e em pleno desenvolvimento, desempenhando os mais diversos papeis ecológicos e abrigando toda a biodiversidade local”, revela.

Ela acrescenta ainda que “em meu ponto de vista, o local é um dos mais biodiversos e que apresenta os maiores exemplares da região, com espécies centenárias de aroeira, piúva, bálsamo, jatobá-mirim, entre outro”.

Veja as fotos:

Atrativos do Grupo Rio da Prata conquistam 3º Lugar em Prêmio Nacional do Turismo

Foi realizado na última quarta-feira (4), em Belo Horizonte (MG), a cerimônia do 2º Prêmio Nacional do Turismo, evento promovido pelo Ministério do Turismo em parceria com o Conselho Nacional de Turismo (CNT).

Os atrativos do Grupo Rio da Prata, o Recanto Ecológico Rio da Prata e a Lagoa Misteriosa, localizados em Jardim (MS), selecionados como finalistas na Iniciativas de Destaque – categoria Aproveitamento para o Patrimônio Natural para o Turismo, conquistaram o 3º lugar.

Com o trabalho “Sustentabilidade e Ecoturismo no Rio da Prata e Lagoa Misteriosa, Jardim, MS”, foi a iniciativa contemplada cujo objetivo principal é proteger e aprimorar a qualidade ambiental das propriedades, dentro dos princípios da sustentabilidade, respeitando o meio ambiente, de modo que estes atrativos naturais estejam disponíveis indefinidamente, possibilitando o desenvolvimento regional e promovendo a educação ambiental.

O troféu foi entregue à Natani Ferreira, Promotora de Vendas do Grupo Rio da Prata.

Natani Ferreira, Promotora de Vendas do Grupo Rio da Prata.
Natani entre os finalistas na Iniciativas de Destaque – categoria Aproveitamento para o Patrimônio Natural para o Turismo.

Simone Spengler Coelho, sócia-proprietária dos atrativos, revelou que receber o prêmio foi uma grande alegria. “Nos sentimos muito honrados em ter conquistado o 3º lugar no Prêmio Nacional do Turismo 2019, com tantas excelentes iniciativas inscritas. Agradecemos a toda equipe e parceiros que estão conosco, contribuindo com seu melhor para o turismo da nossa região, do estado e do Brasil”.

Os atrativos concorreram ao lado das iniciativas “Caminho Cora Coralina”; da Agência Estadual de Turismo – Goiás Turismo, que conquistou o 2º lugar e o Polo Socioambiental Sesc Pantanal; do Serviço Social do Comércio Sesc – Sesc Pantanal, vencedor da categoria.

Recanto Ecológico Rio da Prata e Lagoa Misteriosa são finalistas no Prêmio Nacional do Turismo

O Recanto Ecológico Rio da Prata e a Lagoa Misteriosa, atrativos do Grupo Rio da Prata localizados em Jardim (MS), foram selecionados como finalistas na Iniciativas de Destaque – categoria Aproveitamento para o Patrimônio Natural para o Turismo – no Prêmio Nacional do Turismo 2019, evento promovido pelo Ministério do Turismo em parceria com o Conselho Nacional de Turismo (CNT).

Passeio de flutuação no Recanto Ecológico Rio da Prata e o mergulho com cilindro na Lagoa Misteriosa.
Imagens: Marcio Cabral.

O prêmio visa reconhecer e premiar iniciativas que contribuíram de forma significativa para o turismo brasileiro e que tenham sido implementadas por entes públicos, privados e/ou do terceiro setor nos últimos 24 meses. Além do reconhecimento, pretende-se fazer com que tais iniciativas sejam disseminadas e replicadas em outros destinos brasileiros, como forma de contribuir para melhorar as condições do turismo em seus territórios.

Com o trabalho “Sustentabilidade e Ecoturismo no Rio da Prata e Lagoa Misteriosa, Jardim, MS”, o objetivo principal é proteger e aprimorar a qualidade ambiental das propriedades, dentro dos princípios da sustentabilidade, respeitando o meio ambiente, de modo que estes atrativos naturais estejam disponíveis indefinidamente, possibilitando o desenvolvimento regional e promovendo a educação ambiental.

Os atrativos do Grupo Rio da Prata concorrem ao lado das iniciativas “Caminho Cora Coralina”; da Agência Estadual de Turismo – Goiás Turismo e o Polo Socioambiental Sesc Pantanal; do Serviço Social do Comércio Sesc – Sesc Pantanal.

Destaques do MS

O Estado do Mato Grosso do Sul se destaca em mais duas categorias da premiação. Bruno Wendling, Diretor da Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul (Fundtur/MS), concorre ao prêmio “Governo – Dirigentes e Parlamentares” e a Fundtur/MS que concorre na categoria Gestão de Dados e Monitoramento no Turismo, com a iniciativa “Programa de Classificação Turísticass dos Municípios do Estado de MS”.

A cerimônia para divulgação dos vencedores acontece no dia 04 de dezembro em Belo Horizonte (MG).

Informações sobre os atrativos: www.riodaprata.com.br | www.lagoamisteriosa.com.br

Diretor do Grupo Rio da Prata conquista prêmio Isto é Mato Grosso do Sul

A Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul (Fundtur-MS) reuniu na noite da última terça-feira (19), no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo, em Campo Grande, profissionais de turismo, empresários e autoridades para a cerimônia de entrega da 1º edição do prêmio “Isto é Mato Grosso do Sul”.

O objetivo do evento foi reconhecer pessoas físicas que tenham atuado de maneira criativa, inovadora e proativa para o desenvolvimento do turismo do Estado de Mato Grosso do Sul. “Esse é um momento especial para o turismo de MS, com o objetivo de consagrar os profissionais que fazem a diferença no setor”, disse o presidente da Fundtur-MS, Bruno Wedling.

Eduardo Folley Coelho, diretor do Grupo Rio da Prata, no qual fazem parte os passeios de ecoturismo Recanto Ecológico Rio da Prata e Lagoa Misteriosa, em Jardim (MS) e a Estância Mimosa, em Bonito, conquistou a categoria Atrativos Turísticos. O prêmio, recebido por sua filha Luiza Coelho, foi muito celebrado.

Em nome do Eduardo quero agradecer a Fundação de Turismo e ao Governo do MS por este prêmio e elogiar esta iniciativa maravilhosa. Ele sempre trabalhou para o fortalecimento do destino Serra da Bodoquena e do MS seguindo a política do “Ganha-Ganha” buscando ações que beneficiam sempre todos os atores envolvidos no processo turístico, tanto no curto, como médio e longo prazo. Eduardo é um gestor de visão, que ama a natureza do nosso estado e seu trabalho nos mostra que é possível conciliar produção agropecuária, visitação turística e conservação ambiental“, disse Luiza.

Luiza Coelho representou seu pai, Eduardo Coelho, na cerimônia de premiação.

A cerimônia contou com a presença de autoridades, entre eles o governador do estado, Reinaldo Azambuja (PSDB); do secretário de Governo, Eduardo Riedel; secretário do Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck; entre outros. Após a entrega dos prêmios o grupo Chalana apresentou clássicos da música.

Veja abaixo os vencedores da 1ª Edição do Prêmio Isto É Mato Grosso do Sul:

ACADEMIA:
Polliana Thomé (prêmio recebido pela mãe, Valdeci Thomé)

AGÊNCIAS E OPERADORAS:
Joice Carla Santana Marques (Joice Pesca & Tur)

ATRATIVOS TURÍSTICOS:
Eduardo Folley Coelho (Recebido pela filha, Luiza Coelho)

BARES, RESTAURANTES E SIMILARES:
Rodrigo Hata e Heriko Hata (Bar Velfarre)

GOVERNO:
Nilde Clara S. Benites Brun (Prefeitura de Costa Rica/MS)

HOTELARIA:
Marcelo Mesquita (Hotéis Deville)

IMPRENSA:
Silvio Andrade

ORGANIZAÇÕES NÃO GOVERNAMENTAIS (ONGs):
Simone Mamede (Instituto Mamede).