IGMA realiza plantio de mudas na RPPN Fazenda Cabeceira do Prata

Na última sexta-feira, 31 de Janeiro, foi celebrado o Dia Nacional das das Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPNs), áreas criadas voluntariamente pelos proprietários, que tem como principal característica constituir uma reserva natural permanente em suas propriedades!

Para comemorar o dia, o Instituto Guarda Mirim Ambiental de Jardim-MS, coordenado pelo PMA Nisroque, realizou ações de plantios de mudas doadas pelo Ministério Público na RPPN Buraco das Araras Ecoturismo e na RPPN Fazenda Cabeceira do Prata (Recanto Ecológico Rio da Prata), onde realizaram plantio as margens da mata ciliar da Lagoa Misteriosa.

“Esta ação é a primeira neste ano, com a sensação de agradecimento pelas oportunidades”, revelou Nisroque!

Participaram da ação cerca de 15 pessoas, entre monitores e crianças.

Atriz Ingra Lyberato se encanta com a flutuação no Recanto Ecológico Rio da Prata

O Recanto Ecológico Rio da Prata (Jardim-MS) recebeu no último domingo, 02 de fevereiro, a visita da atriz Ingra Lyberato.

Atriz Ingra Lyberato

Acompanhada por seu filho, realizou o passeio de trilha e flutuação, e ao retornar a sede do atrativo, compartilhou um depoimento sobre a experiência.

“É um passeio deslumbrante, impressionante a transparência da água, os peixes, que riqueza esse lugar! Que benção poder trabalhar aqui e que generosidade em receber os visitantes e compartilhar essa beleza natural. Estou muito feliz em ver um santuário desses..estou encantada, recomendo muito.”

A atriz Ingra Lyberato foi protagonista da novela “Ana Raio e Zé Trovão”, produzida pela extinta Rede Manchete, no qual contracenou com o cantor Almir Sater, intérprete de “Zé Trovão”. Atuou também nas novelas Pantanal, Quatro Quatro, o Clone, entre outras.

Vídeo da produção artesanal do doce de leite do Rio da Prata

Com textura, aroma e sabor que encanta visitantes de diversos países, o Doce de Leite Rio da Prata é preparado artesanalmente, com leite produzido pelo próprio gado da fazenda, diferencial que preserva os padrões de qualidade e garante a procedência da matéria prima.

Ele permanece em média de 8 a 10 horas no fogo até que fique no ponto ideal para consumo. Isso dá aquele “gostinho de fazenda”.

A sobremesa é servida durante o almoço nos atrativos no Recanto Ecológico Rio da Prata (Jardim-MS) e também na Estância Mimosa Ecoturismo (Bonito-MS) e está à venda na loja virtual. Acesse: https://www.riodaprata.eco.br/loja

Veja o vídeo:

Recanto Ecológico Rio da Prata doa mais de 700 mudas para IASB

O Recanto Ecológico Rio da Prata recebeu na última quarta-feira (29) a visita dos colaboradores do IASB – Instituto das águas da Serra da Bodoquena. Foram doados 702 mudas de diversas espécies para ações futuras da instituição. São elas: Ipê amarelo, Ipê branco, Ipê rosa, Ipê roxo, Caroba, Amendoim bravo, Angico vermelho, Aroeira, Canafístula, Carne de vaca, Chico magro, Embaúba, Guatambu, Jatobá Mirim, Jenipapo.

A equipe do IASB entregou também para o biólogo do atrativo, Bruno Rocha, sementes de pindó, pororoca e marmelo para serem plantadas no viveiro de mudas. #parceria

Chef Paulo Machado e produtor de queijo premiado na Europa visitam atrativos do Grupo Rio da Prata

Os atrativos do Grupo Rio da Prata, Estância Mimosa Ecoturismo e Recanto Ecológico Rio da Prata, localizados em Bonito e Jardim (MS), receberam na última semana a visita do renomado Chef Paulo Machado acompanhado por George Cățean, proprietário da fazenda Cățean – produtora de queijo orgânico, em Rotbav, no condado de Brașov na Romênia.

Em dezembro de 2019, o queijo de ovelha produzido na propriedade Cățean, foi premiado com a medalha de bronze na 1ª edição do “International Taste Awards”, na Itália, competição que avaliou os melhores 600 produtos de 32 países ao redor do mundo.

Na Estância Mimosa, George realizou o passeio de trilha e cachoeiras; provou a gastronomia regional, que leva a assinatura do Chef Paulo Machado; apresentou o queijo premiado para degustação junto aos colaboradores, assim como compartilhou informações com a equipe da cozinha. Durante a conversa, o produtor explicou que o queijo produzido em sua propriedade fica maturado em salmoura, por diferentes períodos, em solução de sal e água. “Por conta dessa salmoura, o queijo fica mais saboroso, mais concentrado e excelente para ser usado em saladas“, disse. A equipe gostou bastante do sabor do queijo da Fazenda Cățean e, em breve, utilizará a técnica nos queijos produzidos também na Estância Mimosa.

George Cățean e o colaborador da Estância Mimosa, Érico, com o queijo produzido no atrativo.

Sobre a experiência nas cachoeiras, George revelou que o passeio é incrível. “A trilha e as cachoeiras, a interação entre as pessoas e a natureza é realmente incrível a química entre os dois. O passeio mostra um potencial de uso sustentável e que utiliza a fazenda de uma forma bem explorada com o turismo, o uso do leite e as belezas naturais”.

No Recanto Ecológico Rio da Prata, além de realizar o passeio de trilha e flutuação, George conheceu a produção de queijos e o preparo do almoço servido diariamente e se encantou com a conexão entre produção e consumo final. Os colaboradores da cozinha degustaram três queijos da produção de Cățean: o premiado no concurso na Itália, um defumado e um queijo tipo requeijão.

O Recanto Ecológico Rio da Prata e a Estância Mimosa Ecoturismo produzem queijos artesanais preparados com leite produzidos por exemplares da raça Gir Leiteiro, assim como o tradicional doce de leite. Em sua visita, George experimentou o produto em ambos atrativos. “O queijo produzido na Mimosa tem uma nota adocicada. Já o queijo do Rio da Prata tem um sabor bem suave ideal para a produção da chipa entre outros produtos”, revelou.

George Cățean conheceu a produção de queijo artesanal no Recanto Ecológico Rio da Prata.

Abaixo, depoimento do Chef Paulo Machado e do produtor George no Recanto Ecológico Rio da Prata:

Para mais informações acesse: https://www.facebook.com/FermaCatean/

Prefeitura de Jardim parabeniza Grupo Rio da Prata por Prêmio Nacional

A Prefeitura Municipal de Jardim encaminhou ofício aos proprietários do Recanto Ecológico do Rio da Prata parabenizando pela conquista no 3º Lugar no Prêmio Nacional do Turismo na categoria “Aproveitamento do Patrimônio Natural para o Turismo”.

Nos sentimos muito honrados em ter conquistado o 3º lugar no Prêmio Nacional do Turismo 2019, com tantas excelentes iniciativas inscritas. Agradecemos a toda equipe e parceiros que estão conosco, contribuindo com o seu melhor para o turismo da nossa região, do estado e do Brasil“, revelou Simone Spengler Coelho, à Prefeitura de Jardim.

Veja abaixo o ofício encaminhado.

Recanto Ecológico Rio da Prata adquire barco movido a energia solar

O Recanto Ecológico Rio da Prata, passeio de trilha e flutuação em Jardim (MS), proporciona aos seus visitantes uma experiência de interação com a natureza, com critérios de segurança, conservação ambiental e desenvolvimento sustentável da região.

Seguindo suas diretrizes de sustentabilidade, o atrativo adquiriu em dezembro de 2019 novo barco movido a energia solar, nomeado de Chalana do Prata II, fabricado pela Levefort, modelo Safari 7.0 M, com capacidade para transportar 15 pessoas em poltronas confortáveis, proporcionando assim, melhor comodidade a todos que visitam o atrativo de ecoturismo, além de ter duas placas solares adaptadas para tocar o motor elétrico. O motor elétrico, além de ser ultra-silencioso, não polui o ar e nem a água do rio, pois não gera resíduos de combustível.

Para Teódison Gonçalves, gerente do Recanto Ecológico Rio da Prata, a aquisição do barco é uma inovação muito importante. “O novo barco é excelente. Não faz barulho, possui bancos confortáveis e o diferencial é que possui um sistema de carregamento que é solar, o que atende as nossas diretrizes de sustentabilidade. É ambientalmente correto”, revela.

O barco é uma opção de transporte para os visitantes nos últimos 600 metros do passeio de flutuação (no encontro do rio Olho d’Água e rio da Prata). Neste momento, é possível optar por descer o rio da Prata flutuando ou na embarcação. De acordo com Luiza Coelho, Diretora de Sustentabilidade do atrativo, o “barco dá apoio aos visitantes e também proporciona uma experiência agradável no trecho final do passeio“, diz.

A Estância Mimosa, passeio de trilha e cachoeiras em Bonito, que também integra o Grupo Rio da Prata, adquiriu em novembro passado a embarcação sustentável. Chamado de Biguá, o barco com as mesmas características do Chalana do Prata II, “concilia modernidade, tecnologia sustentável e vai de encontro com o que desejamos oferecer: uma experiência de integração na natureza com equipamentos modernos, seguros e com muito conforto para nossos visitantes”, acrescenta Thyago Sabino, gerente do passeio em Bonito.

Abaixo, fotos do Chalana do Prata II:

Terra Pecuária visita Recanto Ecológico Rio da Prata em programa especial de fim de ano

O Recanto Ecológico Rio da Prata (Jardim-MS) foi tema de reportagem do programa Terra Pecuária, exibido nacionalmente no Canal Rural.

A repórter Izabela Borges visitou o local para gravar a edição especial de Ano Novo da atração. Durante o programa, é possível conferir as receitas da Sopa Paraguaia e da Linguiça na Cachaça, de autoria do chef Paulo Machado, que fazem parte do cardápio do Recanto Ecológico feitas pela colaboradora Vilma Coengo.

A equipe de reportagem também realizou os passeios à cavalo e de flutuação acompanhados pelo biólogo Bruno Rocha, que explicou todos os cuidados necessários para a realização das atividades.

Veja o vídeo completo do programa:

Ginasta Arthur Zanetti e Jessica Zanetti visitam o Recanto Ecológico Rio da Prata

O Recanto Ecológico Rio da Prata (Jardim-MS) recebeu na última quinta-feira (19) a visita do ginasta e campeão olímpico Arthur Zanetti e sua esposa Jessica Zanetti, que estão aproveitando as férias para conhecer o destino de ecoturismo brasileiro em Mato Grosso do Sul.

O casal realizou o passeio de flutuação, se encantaram com a experiência e também com a tradicional sobremesa produzida no atrativo, o doce de leite! Foi um prazer recebê-los!

Arthur Zanetti e Jessica Zanetti.

Biodiversidade de Bonito e região são destaques em exposição no Japão

As belezas naturais de Bonito e região no Mato Grosso do Sul estão em evidência no Japão. O Aqua Totto, considerado o maior aquário de água doce do país, localizado na cidade de Kakamigahara na província de Gifu, recebe a exposição produzidas pelos autores Toshimasa Kawai e Hajime Oshima.

O objetivo da exposição é apresentar a rica diversidade de Mato Grosso do Sul, por meio de imagens que retratam os ambientes naturais do destino de ecoturismo brasileiro e que combinam formação cárstica com alta biodiversidade.

“Muitas pessoas do Japão não conhecem o Pantanal e a região. Primeiramente, nós queremos mostrar que há um lugar chamado Pantanal e Bonito. Há muitas pessoas que querem saber sobre os animais que vivem no Pantanal e em que tipo de meio ambiente eles vivem. Vamos mostrar também alguns problemas ambientais que o destino tem”, revelam os autores.

A exposição é resultado de uma expedição realizada por Toshimasa Kawai e Hajime Oshima em abril deste ano em Bonito e Jardim, que, durante 8 dias contou com a companhia do Prof. Dr. José Sabino, biólogo e pesquisador da Universidade Anhanguera-Uniderp, onde coordena o Projeto Peixes de Bonito. A expedição contou, ainda, com a participação da Drª Margaret Kalacska (Bióloga) e Dr. Pablo Arroyo-Mora (Engenheiro Florestal), ambos da McGill University (Montreal Canadá), juntamente com Leandro de Melo Sousa (Universidade Federal do Pará) e do fotógrafo Oliver Lucanus (Below Water).

O Aqua Totto é um aquário eminentemente focado em biodiversidade de água doce. Em relação a isso é importante entendermos que quando os japoneses se preocupam com algum tema ambiental eles não querem saber se o assunto está no quintal deles, na cidade onde vivem ou em um país de outro continente. O que importa é a informação qualificada, o entendimento de como as criaturas dos rios do mundo vivem, mostrar uma biodiversidade valiosa como é a do Pantanal e a dos rios da Bodoquena, especialmente, o rio Olho D’Água (Jardim-MS) onde concentramos a coleta de informações e produção de imagens”, diz Sabino.

Luiza Coelho, Diretora de Sustentabilidade do Grupo Rio da Prata, no qual fazem parte os atrativos Recanto Ecológico Rio da Prata, Lagoa Misteriosa e Estância Mimosa,  revela que exposição das belezas naturais de Bonito e região é um incentivo a mais para a valorização do Estado. “Incrível ver esta exposição interessante das belezas naturais de Bonito no Japão. Um país que adora aquários e peixes, tudo a ver com o destino!! Mostra que temos que valorizar mesmo o que nosso estado tem de mais Bonito!!”

A biodiversidade diferenciada da região foi o tema escolhido para celebrar os 15 anos do aquário. “Como estão celebrando os 15 anos do local, eles ficaram muito motivados em apresentar a biodiversidade do Pantanal e as áreas adjacentes, como as cabeceiras do sistema, onde se encontra o rio da Prata”, diz José Sabino.

Esta não é a primeira vez que um bioma brasileiro é destaque no Aqua Totto.  A Amazônia foi destaque para comemorar 10 anos do aquário.  “A Amazônia é famosa no Japão, mas o Pantanal e a região de Bonito ainda não são conhecidos. Nós queremos mostrar que existe uma área chamada Pantanal e que possui uma valiosa biodiversidade. Este é o grande propósito desta exposição”. Toshimasa Kawai e Hajime Oshima reforçam ainda que a transmissão de informação é um papel extremamente importante.  “Não existe fronteiras em compartilhar animais dos rios e ecossistemas de outras regiões”.

Veja as fotos: