Autores do Viver o Mundo visitam o Recanto Ecológico Rio da Prata

O Recanto Ecológico Rio da Prata (Jardim-MS) recebeu no dia 8 de dezembro a visita de Cristiane Herzog Sabino e Rogério Figueira, do perfil Viver o Mundo (@vivernomundo). A dupla realizou o passeio de flutuação e se encantou com a experiência. “Foi incrível, acho que nunca vimos tanto peixe, a água é perfeita, a estrutura é completa. Adoramos o almoço e o doce de leite, aliás já tinha ouvido falar mas é melhor do que imaginava”.

Confira:

Bion Consultoria Ambiental realiza visita técnica nos atrativos do Grupo Rio da Prata

O Recanto Ecológico Rio da Prata e a Lagoa Misteriosa (Jardim-MS) receberam nos dias 19 a 21 de novembro a visita técnica de integrantes da Bion Consultoria Ambiental, empresa sediada em Bonito.

A visita teve como objetivo confirmar espécies que são consideradas “porta sementes”, identificar novas espécies para compor o viveiro de mudas e apresentar a flora e os tipos de fisionomias ocorrentes nestas áreas aos biólogos do atrativo, Nádia Pisetta e Bruno Rocha.

Durante o primeiro dia, a equipe visitou a trilha de acesso ao passeio de flutuação e também a trilha do passeio a cavalo. “Na Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN), identificamos espécies com potencial para o viveiro de mudas como louro-mole, açoita-cavalo, aguaí, alecrim, aroeira-branca, bacupari, cerveja-de-pobre, falso-amendoim, faveira, guaçatonga, jatobá-da-mata, mamica-de-porca, maria-mole, marinheiro, pau-terra, peito-de-pomba, pimenta-de-macaco”, disse Nádia.

Já no segundo dia a equipe explorou a área da sede do Recanto Ecológico Rio da Prata onde foram identificadas algumas espécies para produção no viveiro, como periquiteira, sombreiro, ingá-branco e cássia-gigante e também na trilha interpretativa, local este onde foram indicadas árvores para placa como alecrim, bálsamo, “bananinha”, guajuvira, jatobá-mirim, jatobá-da-mata, maria-mole, canela-guaicá, embira-de-sapo.

Na Lagoa Misteriosa encontramos cerca de quatro indivíduos de copaíba, próximo a antiga estrada. Também marcamos para placa na trilha, cumbaru, jatobá-da-mata e pitomba”, revela Nádia.

A Dra. e Bióloga Vivian Baptista Maria, da Bion Consultoria Ambiental, se mostrou muito satisfeita com a visita técnica nos atrativos. “Estes dois dias foram bem gratificantes, pois tive a oportunidade de retornar após 12 anos dos levantamentos florísticos, realizados para compor o Plano de Manejo da RPPN Fazenda Cabeceira do Prata e do Plano de Manejo Espeleológico da Lagoa Misteriosa. Nessas visitas pude verificar que as florestas e o cerrado continuam intactos, muito bem conservados e em pleno desenvolvimento, desempenhando os mais diversos papeis ecológicos e abrigando toda a biodiversidade local”, revela.

Ela acrescenta ainda que “em meu ponto de vista, o local é um dos mais biodiversos e que apresenta os maiores exemplares da região, com espécies centenárias de aroeira, piúva, bálsamo, jatobá-mirim, entre outro”.

Veja as fotos:

Atrativos do Grupo Rio da Prata conquistam 3º Lugar em Prêmio Nacional do Turismo

Foi realizado na última quarta-feira (4), em Belo Horizonte (MG), a cerimônia do 2º Prêmio Nacional do Turismo, evento promovido pelo Ministério do Turismo em parceria com o Conselho Nacional de Turismo (CNT).

Os atrativos do Grupo Rio da Prata, o Recanto Ecológico Rio da Prata e a Lagoa Misteriosa, localizados em Jardim (MS), selecionados como finalistas na Iniciativas de Destaque – categoria Aproveitamento para o Patrimônio Natural para o Turismo, conquistaram o 3º lugar.

Com o trabalho “Sustentabilidade e Ecoturismo no Rio da Prata e Lagoa Misteriosa, Jardim, MS”, foi a iniciativa contemplada cujo objetivo principal é proteger e aprimorar a qualidade ambiental das propriedades, dentro dos princípios da sustentabilidade, respeitando o meio ambiente, de modo que estes atrativos naturais estejam disponíveis indefinidamente, possibilitando o desenvolvimento regional e promovendo a educação ambiental.

O troféu foi entregue à Natani Ferreira, Promotora de Vendas do Grupo Rio da Prata.

Natani Ferreira, Promotora de Vendas do Grupo Rio da Prata.
Natani entre os finalistas na Iniciativas de Destaque – categoria Aproveitamento para o Patrimônio Natural para o Turismo.

Simone Spengler Coelho, sócia-proprietária dos atrativos, revelou que receber o prêmio foi uma grande alegria. “Nos sentimos muito honrados em ter conquistado o 3º lugar no Prêmio Nacional do Turismo 2019, com tantas excelentes iniciativas inscritas. Agradecemos a toda equipe e parceiros que estão conosco, contribuindo com seu melhor para o turismo da nossa região, do estado e do Brasil”.

Os atrativos concorreram ao lado das iniciativas “Caminho Cora Coralina”; da Agência Estadual de Turismo – Goiás Turismo, que conquistou o 2º lugar e o Polo Socioambiental Sesc Pantanal; do Serviço Social do Comércio Sesc – Sesc Pantanal, vencedor da categoria.

Recanto Ecológico Rio da Prata e Lagoa Misteriosa são finalistas no Prêmio Nacional do Turismo

O Recanto Ecológico Rio da Prata e a Lagoa Misteriosa, atrativos do Grupo Rio da Prata localizados em Jardim (MS), foram selecionados como finalistas na Iniciativas de Destaque – categoria Aproveitamento para o Patrimônio Natural para o Turismo – no Prêmio Nacional do Turismo 2019, evento promovido pelo Ministério do Turismo em parceria com o Conselho Nacional de Turismo (CNT).

Passeio de flutuação no Recanto Ecológico Rio da Prata e o mergulho com cilindro na Lagoa Misteriosa.
Imagens: Marcio Cabral.

O prêmio visa reconhecer e premiar iniciativas que contribuíram de forma significativa para o turismo brasileiro e que tenham sido implementadas por entes públicos, privados e/ou do terceiro setor nos últimos 24 meses. Além do reconhecimento, pretende-se fazer com que tais iniciativas sejam disseminadas e replicadas em outros destinos brasileiros, como forma de contribuir para melhorar as condições do turismo em seus territórios.

Com o trabalho “Sustentabilidade e Ecoturismo no Rio da Prata e Lagoa Misteriosa, Jardim, MS”, o objetivo principal é proteger e aprimorar a qualidade ambiental das propriedades, dentro dos princípios da sustentabilidade, respeitando o meio ambiente, de modo que estes atrativos naturais estejam disponíveis indefinidamente, possibilitando o desenvolvimento regional e promovendo a educação ambiental.

Os atrativos do Grupo Rio da Prata concorrem ao lado das iniciativas “Caminho Cora Coralina”; da Agência Estadual de Turismo – Goiás Turismo e o Polo Socioambiental Sesc Pantanal; do Serviço Social do Comércio Sesc – Sesc Pantanal.

Destaques do MS

O Estado do Mato Grosso do Sul se destaca em mais duas categorias da premiação. Bruno Wendling, Diretor da Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul (Fundtur/MS), concorre ao prêmio “Governo – Dirigentes e Parlamentares” e a Fundtur/MS que concorre na categoria Gestão de Dados e Monitoramento no Turismo, com a iniciativa “Programa de Classificação Turísticass dos Municípios do Estado de MS”.

A cerimônia para divulgação dos vencedores acontece no dia 04 de dezembro em Belo Horizonte (MG).

Informações sobre os atrativos: www.riodaprata.com.br | www.lagoamisteriosa.com.br

Diretor do Grupo Rio da Prata conquista prêmio Isto é Mato Grosso do Sul

A Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul (Fundtur-MS) reuniu na noite da última terça-feira (19), no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo, em Campo Grande, profissionais de turismo, empresários e autoridades para a cerimônia de entrega da 1º edição do prêmio “Isto é Mato Grosso do Sul”.

O objetivo do evento foi reconhecer pessoas físicas que tenham atuado de maneira criativa, inovadora e proativa para o desenvolvimento do turismo do Estado de Mato Grosso do Sul. “Esse é um momento especial para o turismo de MS, com o objetivo de consagrar os profissionais que fazem a diferença no setor”, disse o presidente da Fundtur-MS, Bruno Wedling.

Eduardo Folley Coelho, diretor do Grupo Rio da Prata, no qual fazem parte os passeios de ecoturismo Recanto Ecológico Rio da Prata e Lagoa Misteriosa, em Jardim (MS) e a Estância Mimosa, em Bonito, conquistou a categoria Atrativos Turísticos. O prêmio, recebido por sua filha Luiza Coelho, foi muito celebrado.

Em nome do Eduardo quero agradecer a Fundação de Turismo e ao Governo do MS por este prêmio e elogiar esta iniciativa maravilhosa. Ele sempre trabalhou para o fortalecimento do destino Serra da Bodoquena e do MS seguindo a política do “Ganha-Ganha” buscando ações que beneficiam sempre todos os atores envolvidos no processo turístico, tanto no curto, como médio e longo prazo. Eduardo é um gestor de visão, que ama a natureza do nosso estado e seu trabalho nos mostra que é possível conciliar produção agropecuária, visitação turística e conservação ambiental“, disse Luiza.

Luiza Coelho representou seu pai, Eduardo Coelho, na cerimônia de premiação.

A cerimônia contou com a presença de autoridades, entre eles o governador do estado, Reinaldo Azambuja (PSDB); do secretário de Governo, Eduardo Riedel; secretário do Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck; entre outros. Após a entrega dos prêmios o grupo Chalana apresentou clássicos da música.

Veja abaixo os vencedores da 1ª Edição do Prêmio Isto É Mato Grosso do Sul:

ACADEMIA:
Polliana Thomé (prêmio recebido pela mãe, Valdeci Thomé)

AGÊNCIAS E OPERADORAS:
Joice Carla Santana Marques (Joice Pesca & Tur)

ATRATIVOS TURÍSTICOS:
Eduardo Folley Coelho (Recebido pela filha, Luiza Coelho)

BARES, RESTAURANTES E SIMILARES:
Rodrigo Hata e Heriko Hata (Bar Velfarre)

GOVERNO:
Nilde Clara S. Benites Brun (Prefeitura de Costa Rica/MS)

HOTELARIA:
Marcelo Mesquita (Hotéis Deville)

IMPRENSA:
Silvio Andrade

ORGANIZAÇÕES NÃO GOVERNAMENTAIS (ONGs):
Simone Mamede (Instituto Mamede).

Curso de Agrofloresta no Recanto Ecológico Rio da Prata

O Recanto Ecológico Rio da Prata (Jardim-MS) sediou nos dias 11 e 12 de novembro Curso sobre Agrofloresta, ministrado por João Gilberto e Antônio Gomides da MAIS Agrofloresta. Participaram colaboradores da fazenda e guias de turismo. Confira o depoimento de Valdemir Martins, guia de turismo da região, sobre a experiência e também alguns momentos da capacitação.

Agrofloresta é tema de curso no Recanto Ecológico Rio da Prata

O Recanto Ecológico Rio da Prata (Jardim-MS) sediou nos dias 11 e 12 de novembro o Curso Agrofloresta – Práticas, Princípios e Processos, ministrado por João Gilberto e Antônio Gomides da MAIS Agrofloresta.

O sistema agroflorestal é um conjunto de formas de uso e manejo da terra inspirados no funcionamento da natureza, capaz de promover benefícios econômicos e ecológicos ao combinar o cultivo de árvores frutíferas e madeireiras com espécies agrícolas, que podem ser integradas à criação de animais. São modelos de exploração dos solos que mais se aproximam ecologicamente da floresta natural.

Viemos no Recanto Ecológico Rio da Prata para fazer, em forma de curso, trabalho em agrofloresta para que esse conhecimento possa chegar a todas as pessoas. Temos um espaço onde pode ser produzidos alimentos em abundância na floresta e plantamos hortaliças, frutíferas e madeira. Isso vai dar um aporte para as pessoas se alimentarem de uma forma mais ecológica e assim também servir para os animais que visitam o lugar. Este é um trabalho que beneficia a todos”, disse João Gilberto, engenheiro florestal, instrutor da capacitação.

Durante dois dias João Gilberto e Antônio Gomides demonstraram como organizar e preparar o local e o solo onde o SAF foi implantado e realizaram o plantio de xixá (conhecido também como manduvi do pantanal), beterraba, milho, girassol, quiabo, mamão, abóbora, abacaxi, mandioca, limão, laranja, banana, eucalipto e realizado também uma muvuca (mistura de sementes) com aproximadamente 20 espécies de árvores.

O curso contou com a participação dos colaboradores do atrativo, da Estância Mimosa, passeio de trilha e cachoeiras em Bonito (MS) e também dos guias de turismo da região: Valdemir Martins, Carmen, Valdenir, Helen, Muller e esposa e também do instrutor de mergulho João Gomes.

Para Martins, o evento foi extremamente importante. “É uma oportunidade de aprender um pouco sobre o sistema agroflorestal para que possamos replicar e fazer com que as futuras gerações entendam o quão importante é a convivência do ser humano com a floresta”.

Thyago Sabino, gerente da Estância Mimosa, ressaltou a importância de profissionalizar as práticas ambientais desenvolvidas nos atrativos do Grupo Rio da Prata. “Integrar um SAF dentro do atrativo, além do benefício enorme para o meio ambiente, é uma prática que deve ser muito disseminada, inclusive para os visitantes para que possam compreender que nossa atividade vai além de um passeio na mata. Nosso conceito é sempre que essas práticas tragam benefícios e agreguem valores à experiência que desejamos proporcionar”.

Veja abaixo momentos da capacitação:

Press trip no Recanto Ecológico Rio da Prata

O Recanto Ecológico Rio da Prata (Jardim-MS) recebeu no dia 10 de novembro a visita de influencers e jornalistas participantes do Press Trip do evento Bonito 21K- prova de corrida que será realizado em dezembro no destino de ecoturismo brasileiro.

A ação tem como objetivo divulgar Bonito, como destino turístico para os moradores do Mato Grosso do Sul, sendo a corrida uma das oportunidades de viagem para a região.

Acompanhados pelo guia de turismo Martins, realizaram o passeio de trilha e flutuação.

Minhocário do Recanto Ecológico Rio da Prata

O minhocário, um dos projetos ambientais desenvolvidos no Recanto Ecológico Rio da Prata, é um sistema de reciclagem de lixo com minhocas para transformar restos de alimento em húmus (adubo orgânico), utilizado na horta orgânica, no viveiro de mudas e pomar. O biólogo do atrativo, Bruno Rocha, faz uma breve explicação sobre o sistema! Confira o vídeo: