Região de Bonito pede socorro, alerta proprietário do Grupo Rio da Prata

Eduardo Folley Coelho, proprietário do Grupo Rio da Prata e também pecuarista, concedeu entrevista nesta sexta-feira (23) ao portal de notícias Campo Grande News.

Na pauta, o turvamento das águas do rio da Prata causado pelo manejo do solo para plantio de soja realizado em duas propriedades na região.

Na avaliação do pecuarista o rio lamacento, que provocou uma série de medidas emergenciais por parte do governo do Estado, denuncia a falta de política de prevenção a longo prazo para proteger, afirma, um destino que atrai os olhares do mundo todo. Eduardo pede mais ação do governo e, também, mais diálogo entre os setores.

“Eu acredito que a pecuária, a agricultura e a conservação podem caminhar juntas, dá para conviver as atividades. Na região de Bonito, a agricultura e a pecuária vão ter que ter um nível mais alto de tecnologia em termos de conservação. Uma atividade não tem o direito de inviabilizar a outra. O que está acontecendo hoje, não são todos os agricultores, mas alguns agricultores estão inviabilizando a atividade turística”, conta.

“Essa riqueza, esses rios da água limpa, isso é patrimônio do mundo, as pessoas valorizam em todos os cantos do mundo, nós não temos o direito de estragar isso. Cada um tem que dar a sua contribuição para fazer isso ficar bem”, acrescenta.

Veja a reportagem na íntegra no site: https://bit.ly/2TD69Do

Integrantes da ATTA vistam o Recanto Ecológico Rio da Prata

Terminou na última sexta-feira (9), em Campo Grande (MS), a 1ª edição da AdventureNext Latin American, um dos maiores eventos voltados para o segmento de ecoturismo e turismo de aventura da América Latina.

Colaboradores da ATTA (Adventure Travel Trade Association), responsável pela realização do evento, aproveitaram oportunidade para conhecer o Recanto Ecológico Rio da Prata no fim de semana. Foram eles: Shannon Stowell, Gabriella Stowell, Sharon Conceição, Clara Short, Kim Edwards, Amy Brown, Marina Marcondes e Diego Arelano.

O grupo realizou o passeio de trilha e flutuação e conheceram os projetos ambientais realizados no atrativo.

Em depoimento, disseram: “Este passeio foi uma das coisas mais incríveis que realizamos em nossas vidas. Continuem assim”.

Acadêmicos da UFMS visitam o Recanto Ecológico Rio da Prata

O objetivo da visita técnica foi coletar dados para as pesquisas da Universidade para as disciplinas de Biogeografia e Geoturismo.

O Recanto Ecológico Rio da Prata (Jardim-MS) recebeu no dia 9 de novembro a visita de acadêmicos do curso de Geografia da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Campus Aquidauana, acompanhados pela professora Lucy Ribeiro Ayach e também pela Fernanda, do CAT de Jardim (Centro de Atendimento ao Turista).

O objetivo da visita técnica foi coletar dados para as pesquisas da Universidade para as disciplinas de Biogeografia e Geoturismo.

Acompanhados pelo colaborador Valdenir conheceram o viveiro de mudas, horta orgânica, minhocário, compostagem e gerenciamento de resíduos sólidos.

Em depoimento, revelaram: “A visita superou nossas expectativas, pois a paisagem local, os recursos naturais e a organização da empresa expressam a realidade de várias discussões teóricas, sendo um exemplo de conservação e respeito à natureza”.

Lagoa Misteriosa e Rio da Prata conquistam Prêmio Nacional de Sustentabilidade

O Recanto Ecológico Rio da Prata e a Lagoa Misteriosa (leia-se Japacanim Ecoturismo), atrativos de ecoturismo localizados em Jardim, no Mato Grosso do Sul, conquistaram o Prêmio na categoria Parceiros do Turismo, com a iniciativa “Na pegada da sustentabilidade: o modelo de gestão de ecoturismo do Recanto Ecológico Rio Da Prata e Lagoa Misteriosa (Jardim-MS)”.

O prêmio foi entregue ao gerente do atrativo Teódison Gonçalves, por Fernando Kanni, do Senac.

A adoção de práticas na busca de um caminho sustentável, como reciclagem dos resíduos sólidos, produção de horta orgânica, viveiro de mudas, criação de uma Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) na propriedade, visitação de mínimo impacto ambiental, sistema de gestão de segurança certificado são algumas das ações desenvolvidas no atrativo.

Luiza Coelho, Diretora de Sustentabilidade dos atrativos, comemora o reconhecimento. “Em 1995, meu pai, Eduardo Coelho, teve um sonho de criar um atrativo de ecoturismo que conciliasse preservação ambiental, que trouxesse renda para a família e para a região e ainda permitisse inspirar os nossos visitantes. Ao longo destes 23 anos de empreendimento não poupamos esforços em fazer o certo. Desde o início temos coleta seletiva, diretrizes de mínimo impacto para visitação”, diz.

Ela ressalta ainda que todas as ações realizadas nos passeios é pensando no viés ecológico. “Queremos continuar inspirando os nossos visitantes a ter atitudes por um mundo melhor e mais verde”.

Esta edição, o Prêmio Braztoa teve um total de 143 inscritos, 75 projetos apresentados e 18 finalistas e contou com o patrocínio da CNC, parceria institucional do Ministério do Turismo, ONU e OMT, parceria estratégica da Empetur, e apoio da Abav, Clia, Copa Airlines e Associação Comercial e Empresaria de Ilhabela.

Doce de leite de atrativo turístico de Jardim é comercializado em Campo Grande

A Padaria Pão e Tal, em Campo Grande (MS), em parceria com o Recanto Ecológico Rio da Prata, deu início à venda do Doce de Leite produzido no atrativo turístico localizado em Jardim, reconhecido internacionalmente por suas águas cristalinas.

Com textura, aroma e sabor que encanta visitantes de diversos países, o doce de leite é preparado artesanalmente, com leite produzido pelo próprio gado da fazenda, diferencial que preserva os padrões de qualidade e garante a procedência da matéria prima. Ele permanece em média de 8 a 10 horas no fogo até que fique no ponto ideal para consumo. Isso dá aquele “gostinho de fazenda”.

No passeio, o doce de leite é uma das opções de sobremesas e também é comercializado na lojinha de souvenirs. Agora, moradores de Campo Grande ou visitantes terão a opção de compra, disponível em dois tamanhos, na Padaria Pão e Tal, localizada na Euclides da Cunha, nº 595, uma das vias mais charmosas da cidade. Experimente! Uma iguaria que encanta os olhos e satisfaz o paladar.

Venda online

Para quem não reside em Campo Grande (MS) é possível realizar a compra do doce de leite pela loja virtual. Basta acessar: www.riodaprata.com.br. Entregamos em todo o Brasil!

Recanto Ecológico Rio da Prata e Lagoa Misteriosa são finalistas do Prêmio Braztoa de Sustentabilidade

A Associação Brasileira das Operadoras de Turismo – BRAZTOA, anunciou nesta sexta-feira (28), durante a 46ª ABAV Expo e 50º Encontro Comercial, em São Paulo, os finalistas do Prêmio Braztoa de Sustentabilidade.

O Recanto Ecológico Rio da Prata e a Lagoa Misteriosa (leia-se Japacanim Ecoturismo), atrativos de ecoturismo localizados em Jardim, no Mato Grosso do Sul, são finalistas na categoria Parceiros do Turismo, com a iniciativa “Na pegada da sustentabilidade: o modelo de gestão de ecoturismo do Recanto Ecológico Rio Da Prata e Lagoa Misteriosa (Jardim-MS)”.

A adoção de práticas na busca de um caminho sustentável, como reciclagem dos resíduos sólidos, produção de horta orgânica, viveiro de mudas, criação de uma Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) na propriedade, visitação de mínimo impacto ambiental, sistema de gestão de segurança certificado são algumas das ações desenvolvidas no atrativo.

“Estamos contentes em sermos finalistas, por estar ao lado de empresas tão fortes no segmento e que se dedicam em promover negócios sustentáveis”, revela Simone Coelho, proprietária dos atrativos.

Além do Parceiros do Turismo, o Prêmio Braztoa de Sustentabilidade reconhecerá também as seguintes categorias: Associados Braztoa; Agências de Viagem; Meios de Hospedagem e Projetos Inovadores.

Os vencedores serão conhecidos no dia 26 de outubro, em Ilhabela (SP).

Informações sobre os atrativos: www.riodaprata.com.br | www.lagoamisteriosa.com.br

Fotógrafo Marcio Cabral visita atrativos do Grupo Rio da Prata

O renomado profissional esteve durante três dias nos atrativos (23,25 e 28 de agosto) para realizar novas imagens subaquáticas e também conquistar novo recorde através de foto panorâmica da Lagoa Misteriosa com 827 megapixels.

A Lagoa Misteriosa e o Recanto Ecológico Rio da Prata (Jardim-MS) receberam no fim de agosto a visita do fotógrafo de natureza Marcio Cabral.

Marcio Cabral, fotógrafo de natureza!

O renomado profissional esteve durante três dias nos atrativos (23,25 e 28 de agosto) para realizar novas imagens subaquáticas e também conquistar novo recorde através de foto panorâmica da Lagoa Misteriosa com 827 megapixels.

Confira a imagem no site: https://www.360cities.net/image/mysterious-lagoon-gigapano-brazil

ABETA SUMMIT 2018 conta com participação do Grupo Rio da Prata

A cidade de Conceição do Mato Dentro, onde localiza-se o Circuito Turístico Parque Nacional da Serra do Cipó, no interior de Minas Gerais, sediou entre os dias 26 a 29 de agosto, a 15ª edição do ABETA SUMMIT – Congresso Brasileiro de Ecoturismo e Turismo de Aventura, que teve como tema “Conectando Pessoas, Produzindo Ideias”.

O evento reuniu empresários e importantes atores do Turismo de Natureza para discutir ações estratégicas com o intuito de fortalecer o desenvolvimento sustentável da sociedade, gerar oportunidades de negócios para os associados e promover o Brasil como o melhor destino global para aproveitar a vida ao ar livre.

Eduardo Coelho, proprietário do Grupo Rio da Prata – Recanto Ecológico Rio da Prata, Lagoa Misteriosa e Estância Mimosa Ecoturismo – atrativos turísticos localizados em Jardim e Bonito (MS), ministrou a palestra: “Ecologia e Economia: Nossa Experiência”, no dia 28, no qual explanou sobre a história dos passeios de ecoturismo.

Eduardo Coelho, Diretor do Grupo Rio da Prata, durante apresentação no evento.

A Diretora de Sustentabilidade dos atrativos, Luiza Coelho, contribuiu também com o evento através da divulgação do artigo “Gestão de um atrativo de Ecoturismo – Grupo Rio da Prata (Bonito e Jardim,MS)” publicado na Revista do ABETA SUMMIT.

Além do proprietário do Grupo Rio da Prata, o evento contou também com a participação de dois representantes do destino de ecoturismo brasileiro, Bonito (MS), – Marcos Soares, proprietário do Abismo Anhumas que falou sobre Associativismo e Governança para o sucesso dos Destinos e Ana Trevelin, diretora do Bionúcleo, que ministrou a palestra “As mulheres no comando”.

Além das palestras, oficinas, rodas de negócios, o ABETA SUMMIT proporcionou aos participantes caminhadas e visitas aos atrativos turísticos da região como a Cachoeira do Tabuleiro, com 273 metros de queda d’água e considerada a 3ª maior do Brasil.

A edição deste ano contou com a participação de mais de 250 pessoas de empresários do segmento, consolidando assim o sucesso do evento. O ABETA SUMMIT 2019 está confirmado e com data definida. Será realizado nos dias 14 a 18 de agosto em Ilhabela, interior de São Paulo.

Bonito, para fugir dos aeroportos – Correio do Estado

Quem chega a Bonito deve conhecer a Gruta do Lago Azul, fazer uma flutuação no Rio da Prata e almoçar na Estância Mimosa. Isso é o mínimo.

Afinal, nenhum destino do país reúne tantas belezas num só lugar. Como ingrediente a cidade respira ar de praia com o comércio e barzinhos funcionando a todo vapor no período noturno. A cidade é ideal tanto para aventureiros como para famílias em busca de tranqüilidade. Há diversão para todos os gostos e bolsos.

Todas as atividades devem ser acompanhadas obrigatoriamente por guias especializados. Isso valoriza o passeio porque é um meio de conseguir mais informações sobre a história, característica, fauna e flora do local visitado.

Correio do Estado – Turismo, 7 de Dezembro de 2006

Rio da Prata é destaque na Revista Veja – O Melhor do Brasil

Não tem para ninguém. Quando o tema é desenvolvimento com turismo aliado à conservação da natureza, Bonito serve de exemplo para muitas cidades que buscam o mesmo equilíbrio. A iniciativa conduzida pela prefeitura surgiu no fim da década de 80, quando a comunidade local percebeu o potencial turístico e a fragilidade ambiental de seus atrativos naturais. Desde então o povoado se desenvolveu em um ritmo inédito e explora com muita cautela seu tesouro natural representado por grutas, cachoeiras e nascentes, quase sempre localizadas dentro de propriedades particulares.

Hoje, o lucro com o turismo está prestes a bater os números da atividade pecuária, principal fonte de renda em toda a região. Novos hotéis de nível internacional, como o Arizona (www.hotelpousadaarizona.com.br) e o Eco-Resort Zagaia (www.zagaia.com.br), pertencente à rede Blue Tree, foram recém-inaugurados nos arredores da cidade para atender à demanda. O aeroporto começou a operar neste ano e, desde setembro passado, a cidade tem um centro de convenções. Além dos já consagrados pontos de interesse para o turismo ecológico, novos roteiros despontam. Uma das novidades é a travessia de bicicleta de Bonito a Corumbá em uma semana, em que os cicloturistas viajam acompanhados de um veículo de apoio e pernoitam em fazendas pelo caminho. Outra opção radical é a aventura de rapel e mergulho no Abismo Anhumas, acessível apenas aos que têm certificado de mergulhador autônomo.

MAIS INFORMAÇÕES: www.portalbonito.com.br
MELHOR PERÍODO: entre junho e agosto é mais frio, mas a água nas nascentes está mais limpa e chove menos na região

ATRAÇÕES IMPERDÍVEIS: a happy hour e as cachaças curtidas do bar Taboa; a flutuação no Rio da Prata; o rapel com mergulho no Abismo Anhumas.

Revista Veja – O melhor do Brasil – Dezembro de 2006